Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

15
Fev12

ESTES NÃO PAGO, NEM TOMO... MAS NÃO ME CALO!


Maria João Brito de Sousa

Entre os despachos ou portarias que conferem – conferiam… - gratuitidade na aquisição de medicamentos aos portadores de doenças crónicas, encontra-se o 11387-A/2003, de 23/5, referente ao Lúpus Eritematoso Sistémico.

Durante anos beneficiei desse despacho e consegui, até hoje, sobreviver a todas as “maleitas” associadas ao SAAFs – Síndrome dos Anticorpos Anti Fosfolipídicos – que também - quis a sorte - me afecta desde sempre e foi, muito provavelmente e numa visão retrospectiva, responsável pelos cinco abortos espontâneos e os já nem sei quantos acidentes tromboembólicos que venho tendo desde os meus vinte anos. Toda esta “pieguice” vem a propósito de mais uma “inovação” do MS  com vista, suponho eu, a eliminar as tais gorduras do Sistema Nacional de Saúde…

E o que temos desta vez? Temos – ah, temos, temos! – um recuo nos benefícios com que se tentavam minimizar os custos para  as vidas, já de si complicadas, dos portadores de doenças crónicas, retirando a muitos deles a possibilidade de adquirirem medicação que lhes permita a sobrevivência com um mínimo de dignidade e o menor sofrimento possível. Para a maioria dos que não puderem continuar a equilibrar as suas dislipidémias, hipertensões, quadros de osteopenia e tantos mais, associados tanto à patologia quanto à própria acção de alguns dos medicamentos essenciais à manutenção de parâmetros vitais  e de valores analíticos estáveis, esta "atitude" redundará numa fortíssima queda da esperança de vida e num verdadeiro atentado à sua qualidade.  

Não estou ainda segura de quantas e “que” substâncias terapêuticas deixaram de ser abrangidas pelo regime de gratuitidade. Esta medicação é, por norma, fornecida em receituário triplamente impresso, com a validade de seis meses, e eu ainda tenho um pouco mais do que os seis meses para protestar… mas fá-lo-ei! Fá-lo-ei a multiplicar por mil, se necessário for, por todos aqueles que irão, pura e simplesmente, desistir de sobreviver a mais esta medida do neoliberalismo que nos (des)governa!

 


 

Maria João Brito de Sousa – 15.02.2012 – 19.26h

 

 

 

NOTA - Apenas uma das substâncias terapêuticas, das três que ontem me foram receitadas, mantém a portaria (despacho) que garante a gratuitidade.


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

ADVERTÊNCIA

A maioria das imagens são retiradas da internet. Deixe um comment se não estiver de acordo.

UM BLOG EXPLOSIVO...

... só para "de vez em quando"...
Em destaque no SAPO Blogs
pub