Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

29
Fev12

DA INSUSTENTÁVEL NECESSIDADE DAS DESCULPAS ESFARRAPADAS...


Maria João Brito de Sousa

 

Do fundo mais fundo desta indescritível nebulosa em que a broncopneumonia lançou o meu discernimento, pareceu-me ouvir algumas palavras do Dr. Francisco George – palavras preocupadas, sem dúvida – sobre a possível ineficácia da vacina contra a gripe, administrada este ano. Ainda mais cá do fundo, lembro-me de que isso todos nós já sabemos… os vírus sofrem mutações tão rápidas e imprevisíveis que só com muita sorte – ou um milagre daqueles que dão direito a missas em directo – poderiam garantir os prometidos 100% de eficácia… mas, adiante, que esta “nebulosa” deixa-me tanto mais cansada quanto mais me esforço por entender estas dúvidas quase transcendentais dos que estão à cabeça da nossa saúde pública e eu, com muito maior economia de esforço, recursos e tempo, penso que o extraordinário aumento dos índices de mortalidade, entre idosos e doentes crónicos, se deve àquilo que vai sendo óbvio para todos nós; centenas ou milhares de indivíduos desses grupos de risco, deixaram, há muito, de poder tomar as suas medicações habituais e, outros tantos desistiram mesmo de deslocar-se às consultas por não terem dinheiro quer para os transportes, quer para o pagamento das taxas moderadoras. Esta é uma realidade que só não vê quem não quer e que, sendo assumida, talvez possa vir a poupar alguns milhares – ou milhões? – de euros num estudo que todos sabemos ser supérfluo…

Mas isto digo eu, claro, que estou a delirar com a febre…. ou não?

 

 

Maria João Brito de Sousa – 29.02.2012 – 13.38h

 

16
Fev12

O SEU TESTEMUNHO FAZ-NOS FALTA!


Maria João Brito de Sousa

 

 

 

http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fwww.manifestosns.tk%2F%3Fcat%3D6&h=qAQFydRH-

 

Deixe, na página a que este link dá acesso, o seu testemunho em relação às alterações que tenha sentido a nível de comparticipações medicamentosas, preços das taxas moderadoras, dificuldade em conseguir exames clínicos, atrasos na marcação de consultas ou cirurgias, etc.

 

O seu testemunho faz-nos falta!

 

 

 

 

 

Imagem retirada da net

15
Fev12

ESTES NÃO PAGO, NEM TOMO... MAS NÃO ME CALO!


Maria João Brito de Sousa

Entre os despachos ou portarias que conferem – conferiam… - gratuitidade na aquisição de medicamentos aos portadores de doenças crónicas, encontra-se o 11387-A/2003, de 23/5, referente ao Lúpus Eritematoso Sistémico.

Durante anos beneficiei desse despacho e consegui, até hoje, sobreviver a todas as “maleitas” associadas ao SAAFs – Síndrome dos Anticorpos Anti Fosfolipídicos – que também - quis a sorte - me afecta desde sempre e foi, muito provavelmente e numa visão retrospectiva, responsável pelos cinco abortos espontâneos e os já nem sei quantos acidentes tromboembólicos que venho tendo desde os meus vinte anos. Toda esta “pieguice” vem a propósito de mais uma “inovação” do MS  com vista, suponho eu, a eliminar as tais gorduras do Sistema Nacional de Saúde…

E o que temos desta vez? Temos – ah, temos, temos! – um recuo nos benefícios com que se tentavam minimizar os custos para  as vidas, já de si complicadas, dos portadores de doenças crónicas, retirando a muitos deles a possibilidade de adquirirem medicação que lhes permita a sobrevivência com um mínimo de dignidade e o menor sofrimento possível. Para a maioria dos que não puderem continuar a equilibrar as suas dislipidémias, hipertensões, quadros de osteopenia e tantos mais, associados tanto à patologia quanto à própria acção de alguns dos medicamentos essenciais à manutenção de parâmetros vitais  e de valores analíticos estáveis, esta "atitude" redundará numa fortíssima queda da esperança de vida e num verdadeiro atentado à sua qualidade.  

Não estou ainda segura de quantas e “que” substâncias terapêuticas deixaram de ser abrangidas pelo regime de gratuitidade. Esta medicação é, por norma, fornecida em receituário triplamente impresso, com a validade de seis meses, e eu ainda tenho um pouco mais do que os seis meses para protestar… mas fá-lo-ei! Fá-lo-ei a multiplicar por mil, se necessário for, por todos aqueles que irão, pura e simplesmente, desistir de sobreviver a mais esta medida do neoliberalismo que nos (des)governa!

 


 

Maria João Brito de Sousa – 15.02.2012 – 19.26h

 

 

 

NOTA - Apenas uma das substâncias terapêuticas, das três que ontem me foram receitadas, mantém a portaria (despacho) que garante a gratuitidade.


 

03
Fev12

SE NÃO...


Maria João Brito de Sousa

 

Sobre fundo sonoro de óleo laborando em generosa fritura, leio, no ecrã do velho televisor;

 

AS EMISSÕES DE TELEVISÃO ANALÓGICA DESTE EMISSOR/RETRANSMISSOR CESSARAM EM 1 DE FEVEREIRO DE 2012.

PODE CONTINUAR A RECEBER TELEVISÃO DE FORMA GRATUITA ATRAVÉS DE TELEVISÃO DIGITAL TERRESTRE.

PRECISA APENAS DO EQUIPAMENTO APROPRIADO. INFORME-SE ATRAVÉS DO NÚMERO 800 200 838 OU DO SITE TDT.TELECOM.PT

 

TDT

 

televisão digital terrestre

 

Atenção! Não estou a apelar à caridade! Estou a chamar a atenção para o facto de se pressupor que todos os portugueses estão em condições económicas satisfatórias, podendo adquirir o referido aparelhómetro. O assunto nem sequer me mereceria o post, não fosse o pressuposto ser muito, muitíssimo dúbio.

 

 

 

Maria João Brito de Sousa

 

 

Imagem retirada da internet, via Google

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

ADVERTÊNCIA

A maioria das imagens são retiradas da internet. Deixe um comment se não estiver de acordo.

UM BLOG EXPLOSIVO...

... só para "de vez em quando"...
Em destaque no SAPO Blogs
pub