Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

http://contra-sensual.blogs.sapo.pt

16
Set13

PEQUENA NOTA


Maria João Brito de Sousa

Não sou uma "writer" de grafitti. Nunca o fui embora, quando menina, me tivesse sido permitido - e até encorajado... - desenhar as paredes da casa do meu avô poeta. Também não tinha ouvido - ainda... - o protesto do writer que, neste preciso momento, o denuncia no ecrã do meu televisor... mas sinto e sei que uma "autorização" e uma "taxa" apagarão - e empurrarão para uma ilegalidade extrema os prevaricadores/resistentes - o significado social que este tipo de arte efectivamente tem.

NOTA - Nem sequer posso considerar-me "suspeita" de favoritismos porque a única experiência pessoal que tive, expressou-se pela negativa, gritantemente, numa das paredes da minha sala, através da "inspiração precoce" de um sobrinho meu...



Maria João Brito de Sousa - 15.09.2013

13
Set13

O ÁLBUM DE UM AMIGO QUE NEM VEMOS


Maria João Brito de Sousa

Pode suceder-nos, vez por outra, encontrar o álbum de um amigo que nem vemos. Exultamos e folheamo-lo cuidadosamente, mantendo, em cada imagem, a lupa da atenção focada nos detalhes, nas feições, na luminosidade dos sorrisos, no percurso mais ou menos vincado das rugas, na rebeldia com que os mais jovens tentam afirmar-se únicos ou na teimosia com que os menos jovens desdenham evidenciar que o são. No denominador comum que transparece e, invariavelmente, nos vai contagiando.

 

Procura-se, no desdobrar de cada traço, aquela centelhazinha da luminosa alegria que acompanha o esperado/inesperado reconhecimento de um parente próximo ou do último camarada que sonharíamos encontrar e não desistimos até ao por-de-imagem do derradeiro desconhecido. A familiaridade longínqua da cor e do movimento transporta-nos a um chão que há muito não pisamos e uma vontade, única porque absolutamente involuntária, coloca-nos naquele mesmíssimo palco, deslocados no tempo e no espaço, como soldadinhos “chumbados” pela adversidade das circunstâncias mas surpreendidos – nós próprios, surpreendidos! - por nos não sentirmos “a mais” nem, em última instância, injustificados por termos estado “a menos”.

 

 

É sempre uma imensa festa, revisitar a Festa através do álbum de um amigo que nem vemos!




Maria João Brito de Sousa – 10.09.2013

Mais sobre mim

foto do autor

DADOS ESTATISTÍCOS SOBRE O DESEMPREGO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

ADVERTÊNCIA

A maioria das imagens são retiradas da internet. Deixe um comment se não estiver de acordo.

UM BLOG EXPLOSIVO...

... só para "de vez em quando"...