Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

DISCLOSURE

 

“Vejo os episódios da série Dexter sempre que a falta de inspiração me oferece uns momentos de repouso e me não acontece adormecer antes. Vejo-os quando assim calha, apesar de achar que o intérprete tem o pescoço demasiado curto e a irmã  a língua mais suja do que a esfregona de limpar a varanda dos gatos e cara de quem não joga com o baralho todo, sem ter sido compensada pela bênção de ser poeta. Não o vejo com o mesmo entusiasmo com que vejo o Corredor do Poder, mas sou capaz de o preferir a um jogo de xadrez com o 2008, dependendo, claro, do estado de cansaço em que me encontre nesse dia; se me sentir alerta e com um mínimo de vontade de desafiar este mundo e o outro, optarei pelo jogo de xadrez. Se me sentir exausta, pelo rapazinho do mosquito e do biberão.

Não faz o meu género. Nem sequer tem a qualidade mínima que costumo exigir às séries que me digno apreciar. Vejo porque sim.” - 04.05.2011 -23.43h

 

 Nada disto teria importância ou chegaria, sequer, a ser publicado se não tivesse começado a ser escrito no dia 04.05.2011, exactamente às 23.43h – segundo registo do meu computador – e, pouco depois, eu não tivesse ouvido, no “5 para a meia noite”, o nosso primeiro ministro afirmar que também o via. Eis-me de queixo caído, acreditando que esta coisa das coincidências está a tornar-se mais e mais insustentável, à medida que os anos passam, e perguntando-me que raio de maluqueira me terá dado, a mim que nunca falo das séries que vejo, para o fazer poucos minutos antes de José Sócrates, em amena cavaqueira, falar da mesmíssima coisa.

Não sei se ele faz, ou não, o mesmo tipo de críticas… se também acha que o rapaz tem o pescoço demasiado curto e a rapariga a língua demasiado suja, se também reparou que o tema poderia ser muito mais bem explorado e que os personagens estão sobre caracterizados ao nível da carga dramática e concorda que isso retira à série alguma qualidade… não sei nada disso mas se estas coincidências todas não abrandarem o ritmo e se houver mais alguma entrevista informal nestes próximos dias, não me admiro nada de o vir a descobrir…

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 15.05.2011

 

 

IMAGEM RETIRADA DA INTERNET

sinto-me:
publicado por poetaporkedeusker às 16:28
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De M.Luísa Adães a 19 de Maio de 2011 às 17:47
Não vejo Dexter e por essa razão, não posso comentar o teu extenso texto.

E como estou cansada e me doem as costas, não entendi o que escreveste, embora reconheça que está muito bem escrito, cheio de coincidências é certo, mas
bem escrito.

Mas pouco ou nada entendi, confesso e oe textos muito
alargados em tamanho me dão vontade de não os ler.

Mas este li! Outros leio o final e comento. Estou assim,
cansada em frente desta máquina que me faz tanto mal.

Desculpa!
Maria luísa
De poetaporkedeusker a 20 de Maio de 2011 às 12:01
Amiga, não leias o que te custar a ler! Só te vai sobrecarregar de informação - eu sei porque também está a acontecer comigo - e obrigar-te a estar numa posição que não faz bem a coluna nenhuma e que te vai aumentar as dores. Eu ando com uma verborreia que não sei explicar... mas é só para vos responder... não tenho escrito quase nada em casa porque o Kico está muito pior e cada vez me dá mais trabalho... mas ainda come que nem um leãozinho! :) Come, é meigo como nenhum outro e tem aquela expressãozinha de felicidade, no olhar, que nos faz perceber muito bem que ainda não desistiu de viver!
O texto é uma cronicazinha banal sobre uma série e uma coincidência estranhíssima. Não perdes grande coisa em não ver a série. Há imensa gente que a não consegue ver por ser demasiado "sangrenta" e eu só a vejo porque não é suficientemente realista para me conseguir impressionar.
Enorme abraço para ti e que te sintas bem depressa!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CAFEZINHO? QUE CAFEZINHO?

. REDUTOR!

. "DIA DE VIVER O HOJE E SE...

. ELA(S)

. CONTOS DE FADAS...

. FELIZ NATAL 2015

. BOAS FESTAS!

. RESOLVENDO A EQUAÇÃO DO S...

. NA CASA

. EM CONVERSA...

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2017

. Setembro 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Maio 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.tags

. todas as tags

.os postes mais apedrejados

. Pai

. À luz da lua

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

.links

.DADOS ESTATISTÍCOS SOBRE O DESEMPREGO

.ADVERTÊNCIA

A maioria das imagens são retiradas da internet. Deixe um comment se não estiver de acordo.

.UM BLOG EXPLOSIVO...

... só para "de vez em quando"...
blogs SAPO

.subscrever feeds